Epu Almaviva 2017

R$549.00

“Epu significa numero 2, na lingua do povo Mapuche e também é o nome escolhido para o segundo vinho, do lendário Almaviva. Este projeto teve inicio nos anos 2000 e seu conceito é baseado na tradição dos ¨segundos¨vinhos, de grandes Chateaus Franceses. Sua composição é de uvas bordalesas e sua produção extremamente limitada.” Paul Tudgay

Pontuações safra 2017:

  • 97 Descorchados 2020
  • 93 Tim Atkin
  • 93 Robert Parker

 

Disponibilidade: Em estoque SKU: 7566 Categorias: , , , , , , ,
Ver carrinho


Descrição

Epu Almaviva 2017

.

   Tipo: Vinho Tinto

   Safra: 2017

   Região: Puente Alto

   Uva/s: Cabernet Sauvignon (77%), Cabernet Franc (6%), Merlot (5%), Carménère (12%)

   Harmonização: Ancho na parrilla, risoto de funghi porcini, cordeiro ao coulis de menta, pappardelle com ragu de ossobuco, assado de tira com arroz de amêndoas, e queijos duros.

   Serviço: 16°c – 18°c

   Tempo de guarda: 20 anos

   Teor alcoólico: 14.5%

   Volume: 750ml

   Amadurecimento: Vinho tinto seco chileno produzido pela vinícola Viña Almaviva na região da Puente Alto com a(s) uva(s) Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Carménère no ano de 2017 passando por barrica 12 meses em barricas de carvalho francês.

 

Sobre o vinho sobre o vinho tinto chileno Epu Almaviva 2017

“Tinto rico em aromas, apresenta notas de frutas como groselha negra, cereja e amora, sobre toques de chocolate amargo, tabaco, anis e caramelo, além de traços minerais. Em boca é encantador, sedoso, fresco, com corpo entre médio e encorpado, mostrando uma deliciosa integração entre os aromas frutados e os provenientes do carvalho, com longo final. Epu significa o número dois, na língua do povo Mapuche, o que se justifica pelo fato deste vinho ser elaborado conforme o mesmo conceito dos segundos vinhos dos renomados châteaux franceses, tendo suas uvas provenientes do mesmo vinhedo do Almaviva. Trata-se de um exemplar de raro refinamento, e extremamente exclusivo devido a sua produção limitada”. Juliana Tudgay
.

Sobre a Almaviva Winery

Almaviva foi o primeiro vinho no Chile criado sob o conceito de Château francês, que considera uma terra de exceção, uma adega central única, uma equipe técnica, as três dedicadas exclusivamente à promoção de um vinho, que é o resultado de uma busca incessante pela excelência. O nome Almaviva, apesar de soar espanhol, vem da literatura clássica francesa: O Conde de Almaviva, o herói das bodas de Fígaro, a famosa comédia de Beaumarchais (1732-1799). Mais tarde seria transformada em uma ópera pelo gênio Mozart. Enquanto isso, o logotipo presta uma homenagem à história dos ancestrais chilenos, com três reproduções de um design estilizado, que simboliza a visão de uma terra e o cosmos na civilização Mapuche. O design parece o “kultrun”, um tambor ritual utilizado pelos Mapuches. A etiqueta exibe o nome de ‘Almaviva’ com o manuscrito original de Beaumarchais. Duas grandes tradições assim unem suas mãos para oferecer ao mundo inteiro uma promessa de excelência e prazer.


.

Juliana Tudgay
Juliana é curitibana formada pelo instituto inglês Wine and Spirits Education Trust, cursado na Nova Zelândia.

Juliana Tudgay
SOMMELIER – ADMINISTRAÇÃO/TREINAMENTO

 

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.


Seja o primeiro a avaliar “Epu Almaviva 2017”

Você também pode gostar de…