fbpx

VIK Millahue 2013

VIK Millahue 2013

R$889.00

Considerado o Ícone da perfeição, um vinho muito redondo em boca!

É um vinho exclusivo, elegante e atraente, com características similares aos grandes vinhos de Bordeaux, mas com mais frescor, mais fruta, mais dinamismo. Com uma grande precisão dos taninos, mas sem excessos.

Premiações: O VIK Millahue 2013 obteve 96 pontos no James Suckling e 98 pontos no The Tasting Panel . 

 

Disponibilidade: Em estoque SKU: 7481 Categorias: , , , , , , ,
Ver carrinho


Descrição

VIK Millahue 2013

   Tipo: Vinho Tinto

   Safra: 2013

   Região: Valle del Cachapoal

   Uva/s: 67% Cabernet Sauvignon, 17% Cabernet Franc, 14% Carmenere e 2% Merlot

   Harmonização: Harmoniza impecavelmente com arte e arquitetura, com um filé de wagyu, um bife ancho uruguaio e um cordeiro assado.

   Serviço: 16°c

   Tempo de guarda: 15 – 20 anos

   Teor alcoólico: 14%

   Volume: 750ml

   Amadurecimento: 23 meses em barricas de carvalho.

 

Sobre o vinho sobre o vinho tinto chileno VIK Milla Cala 2018

“Vik é um ícone do Chile! Um blend tinto que expressa o estado da arte da Viña Vik, combinando terroir e alta tecnologia. Este exemplar da safra 2013 é um harmônico mosaico que combina 67% de Cabernet Sauvignon, 17% de Cabernet Franc, 14% de Carménère e o perfeccionismo de 2% de Merlot que evoluiu por longos 23 meses em barricas novas de carvalho francês, ganhando complexidade e longevidade.

De viva e intensa cor rubi, seduz o olfato com intensos aromas de frutas vermelhas maduras, como morango e framboesa, especiarias e notas florais e também do estágio em carvalho perfeitamente equilibrados. No paladar esbanja estrutura e elegância, preenchendo a boca com taninos aveludados e um irresistível frescor mineral, em meio a frutas secas e um toque de mocha. Exuberante e robusto, seguirá evoluindo muito bem pelos próximos 10-15 anos. Juliana Tudgay
.

  • 98 Pontos – Tasting Panel / The Somm Journal – “Este vintage, uma mistura de 67% Cabernet Sauvignon, 14% Carménère, 17% Cab Franc e 2% Merlot, é uma criatura intensa com uma entrada de cetim que exala luxo. Aromas de lavanda e ruibarbo são acentuados por toques sedutores de chá vermelho com especiarias. Generoso e vivaz, este tinto bem estruturado possui frescura e uma maturidade abundante que durará uma década ou mais. Isso é o que o Chile pode oferecer do que há de melhor.”
  • 96 Pontos – James Suckling – “Aromas de flores, groselha, hortelã fresca e manjericão tailandês. Encorpado, estruturado e musculoso com uma textura tonificada. Brilhante e dinâmico no acabamento. Final picante sob os destaques de frutas e terra úmida. Principalmente cabernet sauvignon com cabernet franc, syrah, carmenere e merlot. Isso precisa de pelo menos três a quatro anos para acontecer.”
  • 95 Pontos – Guia Descorchados
  • 95 Pontos – Tim Atkin
    .


Sobre a VIK Wines

Vik é o projeto de Alexander Vik, empresário norueguês que tem como foco a hotelaria e, no Chile, também o vinho. Em 2004, Alexander e Carrie Vik estabeleceram uma meta muito ambiciosa de desenvolver vinhedos e vinícola e vinhos com o maior nível de qualidade possível. Para encontrar o melhor terroir, eles reuniram uma equipe de enólogos, climatologistas, geólogos, viticultores e engenheiros agrônomos para realizar a pesquisa e em 2006, eles adquiriram 4,5 mil hectares no Chile, no Vale de Cachapoal. O local escolhido foi Millahue, “Lugar do Ouro” (como e chamado pelos Mapuches).

Em 2006, as primeiras videiras foram plantadas em apenas 327 hectares, sendo que a maioria deles destinadas à venda de uvas. Para a Vinícola, somente uma seleção desses vinhedos é utilizada na produção de quatro vinhos, La Piu Belle Rosé, La Piu Belle (tinto), Milla Calla e Vik, todos feitos pelo enólogo Cristián Vallejo. Essas fermentações ocorrem naturalmente, sem adição de leveduras, e os vinhos são envelhecidos em barris novos e usados de carvalho francês (exceto pelo La Piu Belle Rosé).

A belíssima vinícola VIK, projetada por Smiljan Radic (em parceria com Loreto Lyon), tem uma arquitetura vanguardista, sustentável, tecnologicamente avançada e eficiente. Inovadores em todos os aspectos, estão produzindo alguns potes de barro com o barro de suas próprias terras e estão torrando seus barris com sua própria madeira de árvores centenárias (e talvez no futuro possam produzir alguns barris de sua própria madeira). No que for possível, buscam usar seus próprios recursos.

Energético e elegante, La Piu Belle 2020 é frutado com um final seco. O Cabernet Sauvignon dá ao nariz frutas vermelhas maduras e taninos redondos no palato. O Cabernet Franc adiciona toques de grafite e aromas florais de lavanda e violeta. Feito o blend apresentam notas de caroço de frutos de verão como damasco e maracujá com um surpreendente toque cítrico no final.

Para preservar os aromas, o vinho é prensado 100% em cacho inteiro e depois submetido a uma longa e fria fermentação em cubas de inox. Harmoniza com torradas com salmão defumado, ricota e azeite. Pappardelle com molho pomodoro, queijo parmesão e manjericão fresco. Lagosta escalfada em beurre blanc com legumes no vapor. Paella. Solo de origem granítica, profundo, poroso e com boa drenagem. Clima mediterrâneo quente, mas com influência marinha que limita as temperaturas máximas.
.

Juliana Tudgay
Juliana é curitibana formada pelo instituto inglês Wine and Spirits Education Trust, cursado na Nova Zelândia.

Juliana Tudgay
SOMMELIER – ADMINISTRAÇÃO/TREINAMENTO

 

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.


Seja o primeiro a avaliar “VIK Millahue 2013”

Você também pode gostar de…

Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?
Hey! Aqui é o Marco.

Como posso te ajudar?